quinta-feira, 23 de junho de 2011

Pontuação Provisoria do ICMS do Patrimônio cultural de MG

Iepha/MG divulga pontuação provisória do ICMS Patrimônio Cultural - Exercício 2012

PDFImprimirE-mail

Já está disponível no site do Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha/MG) a pontuação provisória do ICMS Patrimônio Cultural - Exercício 2012. As fichas com as avaliações detalhadas também já foram encaminhadas para as prefeituras.

Os municípios que enviaram documentação devem consultar a pontuação para que, caso haja alguma divergência nas informações, possam recorrer dentro do prazo legal de 10 dias corridos, a partir desta segunda-feira (20). Para recorrer do resultado, os responsáveis devem encaminhar um oficio para o fax (31) 3235-2888, contendo justificativa específica e indicando a qual quadro a reivindicação se refere. No site do Iepha/MG há mais informações de como recorrer da pontuação. O prazo para recurso se encerra no dia 4 de julho.

Este ano, 702 cidades encaminharam documentação. Outros 24 municípios, mesmo não enviando a documentação, receberam pontuação por possuírem bem tombados pelo Iepha/MG ou pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Oito municípios participaram pela primeira vez: Douradoquara, Imbé de Minas, Munhoz, Paineiras, Pingo D’água, São Sebastião da Bela Vista, São Sebastião do Maranhão e Serra do Salitre. Os estreantes obtiveram pontuação, respectivamente, de 0.70, 6.00, 5.00, 4.55, 6.00, 4.70, 2.00 e 2.00 pontos.

Os valores do repasse, estimados por ponto, garantem ao município uma verba extra que pode ajudar no orçamento das prefeituras, sendo que, desde 2009, o mínimo de 50% deve ser destinado para projetos e ações ligados a bens culturais protegidos. Em 2010, o valor por ponto foi de R$ 15.371,00, em média. Até março deste ano já foram repassados às cidades cerca de R$ 13 milhões.

A pontuação provisória dos municípios mineiros no ICMS 2012 pode ser consultada no site www.iepha.mg.gov.br, clicando no banner ICMS Patrimônio Cultural a direita da tela.


Para ver planilha com todas as 702 cidades de minas Clique Aqui

Agência Minas

sexta-feira, 10 de junho de 2011

Poucas e Boas da Net


Rede de Jovens Comunicadores do Semiárido Mineiro

Uma mensagem a todos os membros de Rede de Jovens Comunicadores do Semiárido Mineiro

Oi Pessoal,

Tivemos acesso ao seguinte documento divulgado pela Secretaria de Esporte e Juventude.

Este documento convoca a conferencia estadual de juventude e estabelece alguns critérios para sua participação.

É MUITO IMPORTANTE QUE TODOS LEIAM ESTE DOCUMENTO E SE ORGANIZEM PARA PARTICIPAR!!!!

Qualquer dúvida é so falar

abraços,

Bruno

forum no NING

http://jovenscomunicadores.ning.com/forum/topics/conferencia-estadual-de

RESOLU%C3%87%C3%83O%20SEEJ%20N%C2%BA%2043.docx


domingo, 5 de junho de 2011

Fundo Estadual de Cultura - Prorrogado

Prorrogado o prazo para divulgação do resultado do FEC

Foi publicada, nesta sexta-feira (3), no Diário Oficial do Estado, a prorrogação do prazo para a divulgação do resultado dos projetos aprovados no Fundo Estadual de Cultura (FEC). A decisão é regulamentada pelo decreto Estadual nº.44.341, de 28 de julho de 2006.

A
relação de aprovados deve ser divulgada em até 60 dias, com os nomes dos respectivos beneficiários, dos municípios ao qual pertencem e os valores autorizados dos benefícios.

Fonte:

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Memória Cultural




85 anos de fé, história e educação

A Congregação das Irmãs Franciscanas Penitentes Recoletinas, fundada em 1623, em Dolbain, Linburg, na Bélgica, por Madre Joana de Neerinck, que suportou pressões do exercitor francês, vindo refugiar-se na cidade de Oirscht.

Estabelecendo no Brasil, em 1926, na cidade de Araçuaí, uma nova experiência através da educação para jovens meninas da região do vale do Jequitinhonha.

As percussoras desta experiência: Irmã Aquilina, Amália, Boa Vida, Angélica, Beatriz e Guilhermina, responsáveis por erguer o Colégio Nazareth.

A história do Colégio Nazareth se confunde com a história da formação educacional de Araçuaí, está presente em cada casa em cada memória. É uma combinação perfeita do passado e do presente, preserva suas características físicas originais superando problemas contemporâneos como, por exemplo: pichações que não existe na estrutura do Colégio,evoluiu e se adaptou com o progresso, sem contudo perder sua origem, no turbilhão da modernidade.

Foi a primeira escola da região que funcionou com regime de internato, para moças, o que deu a essa instituição a entonação inovadora influenciando notavelmente a vida dos moradores de Araçuaí e arredores. Alem de contar, ainda, com um prédio, de arquitetura imponente conservando suas características originais. O que por si só já é um grande patrimônio cultural.

Implantado com certa proximidade do centro Histórico de Araçuaí, o Conjunto Arquitetônico do Colégio Nazareth, construído em três períodos do século XX, apresenta uma arquitetura comum ao período eclético, sendo os principais elementos desta arquitetura as janelas decoradas com elementos artísticos e as arcadas dos alpendres.

Ângela Gomes Freire