terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Memória Cultural - Ferrovias



QUAL A IMPORTÂNCIA DAS FERROVIAS PARA O BRASIL?

Encontrei esse título na revista Nova Escola. Numa matéria de História, escrito por Fabiana Almeida dos Santos, de Prado, na Bahia, achei pertinente o seu texto, pois sua citação menciona o principal objetivo ao se construir as primeiras ferrovias no período colonial, integrar regiões e escoar a produção do interior até os mercados consumidores e os portos. É rápido, econômico e pouco poluente, porém não vem sendo priorizado. Nos períodos de 1930  e 1960, os presidentes Getúlio Vargas e Juscelino Kubitschek focaram os investimentos nas rodovias e no setor automobilístico, o qual se mantém até hoje. E assim vamos seguindo com nossa indignação e algo atordoante, pois o progresso trouxe uma desaceleração da talvez pequena economia com o transporte ferroviário no interior de Minas Gerais, mas havia uma dinâmica tanto econômico, social, cultural e turístico interrompido principalmente pela classe B e C, independente disso tudo é que nossa alegria mesmo é ainda ouvir a movimentação que se tinha naquela época em que o trem passava, trazendo suas notícias, avisando que o túnel do tempo e os trilhos do destino viram fumaça,  deixando na lembrança o cheiro de saudade, porque no Vale do Jequitinhonha “Jaz uma Maria Fumaça, assassinada brutalmente, deixando inúmeros órfãos, que até hoje, procuram os motivos de tamanha crueldade”

Texto:Ângela Gomes Freire


quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

Memória Cultural - Folia de Reis



TRADIÇÃO DE FINAL DE ANO

Mestres Folia de Reis de Itinga/MG  - Foto: Patricia Braga
Na tradição católica, a passagem bíblica em que Jesus foi visitado por reis magos, converteu-se na tradicional visitação feita pelos três "Reis Magos", denominados Belchior, Baltazar e Gaspar, os quais passaram a ser referenciados como santos a partir do século VIII.Fixado o nascimento de Jesus Cristo a 25 de dezembro, adotou-se a data da visitação dos Reis Magos como sendo o dia 6 de janeiro que, em alguns países de origem latina, especialmente aqueles cuja cultura tem origem espanhola, passou a ser a mais importante data comemorativa católica, mais importante, inclusive, que o próprio Natal. Na cultura tradicional brasileira, os festejos de Natal são comemorados por grupos que visitam as casas tocando músicas alegres em louvor aos "Santos Reis" e ao nascimento de Cristo; essas manifestações  estendem até a data consagrada aos Reis Magos. Trata-se de uma tradição originária de Portugal que ganhou força especialmente no século XIX e mantêm-se viva em muitas regiões do país, sobretudo nas pequenas cidades dos estados de Minas Gerais, Bahia, Espírito Santo, Goiás, dentre outros.Infelizmente muitos grupos de Folias de Reis estão se extinguindo, por vários motivos, seja  pelo falecimento de um folião, alguém que  liderava foi  embora do lugar, outro  virou evangélico, outro desgostou, além disso  havia uma outra tradição que marcou a infância de muita gente, que era ”Menino Jesus” , quase todos os bairros tinha uma pessoa que  responsabilizava-se em pegar uma imagem de Menino Jesus na igreja e  com ele visitava de casa em casa,  no mesmo período das folias e pastorinhas, tinha momento que a gente se  fazia pastorinha para  só para acompanhar Menino Jesus, dependia  da organização e na casa que a imagem ficava, a criança quase que venerava aquela imagem o dia inteiro, era como se tivéssemos ganhado um irmãozinho. Nisso havia coisas inevitáveis como: brigar para carregar o Menino Jesus, a vela acesa então era outra  diversão,não havia luz elétrica ainda em todos os bairros e assim queimar o cabelo do outro fazia parte do cortejo, era aquele Deus nos acuda, mas ninguém podia acusar o outro, apenas uns bons beliscões de nossos pais ou avós; na cantoria cada um queria cantar mais alto e bonito, o dia de levar o menino era aquele Deus nos acuda,  todos queriam inventar uma procissão com mais pessoas e mais  vistosa, sem contar na disputa dos bairros  para saber quem arrecadou mais dinheiro, e não se falava em dinheiro era esmola para Menino Jesus. E assim vamos relembrando pedaços  de infância comum a tantas crianças , e, você  se  lembra de algum fato de final de ano como esse?

Texto: Angela Gomes Freire (Professora, Turismologa e Agente Cultural)


quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

Empossado o Prefeito Municipal de Itinga: Adhemar Marcos


Foto: facebook de Marcos Elias

                     Neste dia 1º de Janeiro foram empossados os novos representantes dos poderes executivo e legislativo da cidade de Itinga, em solenidade ocorrida no Ginásio poliesportivo de Itinga, tomaram posse, Adhemar Marcos Filho, como Prefeito e Zé Pinheiro como Vice Prefeito e os 09 vereadores, Antonio Charles Alves, João Bosco Cordeiro, Pedro Gerônimo Barbosa, Jakson Nunes Barbosa, Lucas Rodrigues Pego, Wanderson Cardoso Moreira, Natalino Figueiredo Paulino Filho, Marilania Sousa Miranda e Uilson Nedi Souza Lima.
                    Adhemar Marcos Filho foi eleito pelo Partido da Social Democracia Brasileira – PSDB, com 3.624 votos (48,81% dos votos validos). Ele tem 42 anos, solteiro, tem como formação o Curso de Magistério (ensino Fundamental), foi vereador por dois mandatos (1993 a 1996  e 1997 a 2000),  filho do ex prefeito de Itinga Adhemar Marcos e Helena Aparecida Chaves Marcos ( Irmã dos ex prefeito de Itinga José Walter Chaves), Seus irmãos são: Affife Helena  Chaves Marcos( em saudades), Jamil Marcos Sobrinho, Allan Chaves Marcos e Marcos Elias Marcos Neto
                  Esperamos que os anseios do povo de Itinga, sejam também os anseios de cada um de vocês eleitos por este povo.
Parabéns! E vamos todos juntos trabalhar por uma Itinga melhor e Justa.

Jô Pinto

Dados elieções: TRE/MG